Dlb – Délibáb documental (2010)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Não ficção
DVD, cor, 70 min

Direção: César Custodio.
Companhia produtora: Satolep

Lançamento CD + DVD com show: Porto Alegre (RS), Teatro do Bourbon Country, 27 mar 2010, sab, 21h

 

A palavra húngara délibáb vem de déli (do sul) + báb (de bába: ilusão). Seu significado é "miragem". Jorge Luis Borges e João da Cunha Vargas estariam completando 110 anos em 2009 e 2010, respectivamente. O disco tem, portanto, um caráter de homenagem a esses poetas tão diferentes entre si, mas ao mesmo tempo tão representativos do imaginário do sul, particularmente do Rio Grande do Sul. No repertório do CD são 12 milongas: seis com Borges e seis com Vargas, mas em Dlb – Délibáb documental três não estão presentes. No filme as músicas aparecem em processo de ensaio e em gravações separadas das cordas e da voz.

A produção é do próprio Vitor Ramil. Os arranjos são para voz e dois violões, de aço (Ramil) e de nylon (Moscardini). Participação especial de Caetano Veloso dividindo com Vitor os vocais de "Milonga de los morenos". Trata-se do primeiro DVD de Vitor Hugo Alves Ramil, mas ao contrário da grande maioria de seus pares, não é apenas um registro de show e sim um excelente e sensível documentário observacional dirigido pelo argentino César Custodio, mais conhecido por sua extensa filmografia como montador, inclusive de dois longas de H. de Freitas Lima: Concerto campestre (2003) e Contos gauchescos – Simões Lopes Neto nas telas (2011).

Sinopse


Registro dos ensaios, sessões de gravação no estúdio Circo Beat e de mixagem no estúdio Papet Groove! em Buenos Aires para o CD Délibáb de Vitor Ramil. O disco é a reunião das milongas compostas por Vitor para os poemas do livro Para las seis cuerdas, do argentino Jorge Luis Borges, e para os versos de João da Cunha Vargas, brasileiro natural do Alegrete, reunidos no livro Deixando o pago. O violonista argentino Carlos Moscardini, o único músico convidado, toca em 11 das 12 faixas. Entre a estada em Buenos Aires alterna-se outra viagem, para o Alegrete. Nos dois lugares ele vai atrás dos espaços onde os poetas Jorge Luis Borges e João da Cunha Vargas viveram. No final, Vitor vai até o Rio de Janeiro onde grava com o cantor Caetano Veloso na Cia. dos Técnicos Studios.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Vitor Ramil,
Carlos Moscardini,
Tatu Estela (técnico de gravação e mixagem),
Ana Lía Etchebehere, Mango, Francisco Lavaqui (assistente de gravação), Julia Moscardini,
Câncio Vargas e Sérgio Vargas (filhos de João da Cunha Vargas), Sérgio Roberto Vargas (neto de João da Cunha Vargas), Delcy Dornelles (amigo de João da Cunha Vargas),
Lauro Maia, Ana Ruth Miranda, Matías Chamorro,
Caetano Veloso, Walter Costa (técnico de gravação).

DIREÇÃO
Direção: César Custodio.

ROTEIRO
Roteiro: César Custodio.
Textos: Vitor Ramil.

Degravação: Isabel Ramil.
Tradução para espanhol: Isabella Mozzillo.
Tradução para inglês: Lígia Beskow de Freitas.
Tradução para português: Vitor Ramil.

PRODUÇÃO
Produção (não creditado): Vitor Ramil.
Produção executiva: Branca Ramil Linhares.

FOTOGRAFIA
Operação de câmera: César Custodio.
Operação de câmera adicional: Marco Medici.

ARTE (Projeto gráfico)
Direção de arte: Felipe Taborda.
Design: Lygia Santiago.
Fotografias: Facundo de Zuviría.
Fotografia contracapa: Ana Ruth Miranda.

MÚSICA
Músicas (ordem de inserção, não creditadas):
• "Milonga de los morenos" (música: Vitor Ramil, poema: Jorge Luis Borges) por Vitor Ramil (violão de aço, voz), Carlos Moscardini (violão de nylon)
• "Tapera" (música: Vitor Ramil, poema: João da Cunha Vargas) por Vitor Ramil (voz), Carlos Moscardini (violão de nylon)
• "Milonga para los orientales" (música: Vitor Ramil, poema: Jorge Luis Borges) por Vitor Ramil (violão de aço, voz), Carlos Moscardini (violão de nylon)
• "Milonga de Albornoz" (música: Vitor Ramil, poema: Jorge Luis Borges) por Vitor Ramil (violão de aço, voz), Carlos Moscardini (violão de nylon)
• "Chimarrão" (música: Vitor Ramil, poema: João da Cunha Vargas) por Carlos Moscardini (violão de nylon) com a gravação de Vitor Ramil (violão de aço, voz)
• "Milonga de los hermanos" (música: Vitor Ramil, poema: Jorge Luis Borges) por Carlos Moscardini (violão de nylon) com a gravação de Vitor Ramil (violão de aço, voz)
• "Deixando o pago" (música: Vitor Ramil, poema: João da Cunha Vargas) por Vitor Ramil (violão de aço, voz)
• "Milonga de Albornoz" [reprise] por Vitor Ramil (violão de aço, voz)
• "Pé de espora" (música: Vitor Ramil, poema: João da Cunha Vargas) por Vitor Ramil (voz)
• "Milonga de los hermanos" [reprise] por Vitor Ramil (voz)
• "Un Cuchillo en el norte" (música: Vitor Ramil, poema: Jorge Luis Borges) por Vitor Ramil (voz)
• "Tapera" [reprise] por Vitor Ramil (voz), Carlos Moscardini (violão de nylon)
• "Milonga de Albornoz" [reprise] por Vitor Ramil (violão de aço, voz), Carlos Moscardini (violão de nylon)
• "Milonga de los morenos" [reprise] por Caetano Veloso (voz), Vitor Ramil (violão de aço, voz) com a gravação de Carlos Moscardini (violão de nylon)

ARQUIVO
Citação: Verbete Délibáb. In: Nosso universo maravilhoso. Diretor literário: Ernesto Sábato. Livraria El Ateneo do Brasil, 1960. Tradução: Leonam de Azeredo Penna.

EXTRAS
Clipe: Vitor Ramil: Querência (música: Vitor Ramil, poema: João da Cunha Vargas; milonga).
• "Milonga de Manuel Flores" (música: Vitor Ramil, poema: Jorge Luis Borges) versão ao vivo.
• Fotos.
• Textos.

FINALIZAÇÃO
Edição: César Custodio.
Assistência de edição: Lucrecia Caramagna.

Colorista: Ricardo Tripicchio, Vicky Ferraro.

Gravação de narração: Lauro Maia.
Mixagem: Manuel de Andres.
Autoração: Alan Segal.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Moscardini usa um violão Hilario Carracedo, 1976.
Estúdio de edição: Pulso Postproducción (Ciudad Autónoma de Buenos Aires).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Satolep (Pelotas).

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Fundación Borges / sra. María Kodama, dr. Mario R. Orlando, Centro Cultural Recoleta, Ana Lía Etchebehere, Liliana Atkins, Elsa Brunetti, sra. María Victoria Alcaraz, Câncio Vargas, Sérgio Vargas, Sérgio Roberto Vargas, Carlos Villalba, Matías Chamorro, Pulso Postproducción, Miguel Pérez, Lucrecia Caramagna, E. I. T. V. C. (Cuba), Pedro Carrasco, Gustavo Fourcade, Circo Beat, Martín Daneri, Felipe Taborda, Lygia Santiago, Graciela Ferraris, Gabriel Victora, Adolfo Vergara, Josi García Moreno, Lila Miranda, Ana Ruth Miranda, Nora Alvarez, Carla Macro, Francisca y Pedro Custodio. Creditados no encarte: Arthur de Faria, Luciano Mello.

FILMAGENS
Brasil / RS, em
Pelotas, na Praia do Laranjal; na BR-290;
Alegrete, na Estância da Primavera;
Porto Alegre, Ponte do Rio Guaíba, Aeroporto Internacional Salgado Filho;
Argentina, na Ciudad Autónoma de Buenos Aires, em lugares como: Ezeiza, ruas do centro, Recoleta, na casa de Moscardini em Lomas de Zamora, estúdio de gravação Circo Beat, fachada do Edificio Kavanagh na Plaza San Martín, estúdio de mixagem Papet Groove!;
Brasil / RJ, no Rio de Janeiro, no Aeroporto Galeão e na Cia. dos Técnicos Studios.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 70 min
Som: Dolby Digital
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição: DVD
Tiragem (DVD + CD): AA0005000 + AB0003000.

DIVULGAÇÃO
www.vitorramil.com.br

DISTRIBUIÇÃO
DVD + CD (digipack embalagem formato CD): CD Délibáb + DVD Dlb – Délibáb documental: Distribuição: Satolep Music, Núcleo Contemporâneo VR007, [2010]. Inclui encarte com as letras. Na primeira tiragem, na contracapa consta logotipo do Banrisul.
Contato / Management: Ramil e Uma Produções: 55 21 2542 8304 / 2542 5956 / ramileuma@terra.com.br
Vendas pela internet: satolepmusic@vitorramil.com.br

OBSERVAÇÕES
Complementação aos créditos: Contracapa e encarte do CD + DVD.
Contradição: Nos créditos consta: Mixagem: Manuel de Andres. E no encarte: Mixagem de som: Manuel Ferrari.
Créditos finais: // Satolep © 2010 //
Pelo CD: 22º Prêmio da Música Brasileira, 2011: categoria regional – melhor cantor.
CD + DVD foram lançados juntos na mesma embalagem.
Das 12 músicas que compõem o CD, três não estão no filme:
• "Mango" (música: Vitor Ramil, poema: João da Cunha Vargas) por Vitor Ramil (violão de aço, voz), Carlos Moscardini (violão de nylon)
• "Milonga de Manuel Flores" (música: Vitor Ramil, poema: Jorge Luis Borges) por Vitor Ramil (violão de aço, voz), Carlos Moscardini (violão de nylon)
• "Pingo à soga" (música: Vitor Ramil, poema: João da Cunha Vargas) por Vitor Ramil (violão de aço, voz)
Cf. contracapa: Caetano Veloso, gentilmente cedido por Universal Music Ltda..

Grafias alternativas: Manuel De Andrés (créditos) | Lucrecia Caramagno (encarte) | Alberto 'Tatu' Estela (créditos) e Tatu Estela (encarte)
Grafias alternativas (funções): Correção de cor

PREMIAÇÃO
• 20º Prêmio Açorianos de Música / Secretaria Municipal da Cultura / Prefeitura de Porto Alegre, 2010: melhor DVD.

BIBLIOGRAFIA
VARGAS, João da Cunha. Deixando o pago. Porto Alegre: Grupo Habitasul, 1981.
BORGES, Jorge Luis.

RAMIL, Vitor. Pequod. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1995. [novela]
RAMIL, Vitor. Pequod. 2.ed.rev. Porto Alegre: L&PM Editores, 1999.
RAMIL, Vitor. A Estética do frio – Conferência de Genebra / L'Esthétique du froid – Conférence de Genève. Pelotas: Satolep Livros, nov 2004. 56p. (1ª reimpressão nov 2009) Edição bilíngue português-francês.
RAMIL, Vitor. Satolep. São Paulo: Cosac Naify, 2008. 277p. [ficção]
RAMIL, Vitor. Songbook. Caxias do Sul: BelasLetras, 2013.
RAMIL, Vitor. A Primavera da pontuação. São Paulo: Cosac Naify, 2014.
RUBIRA, Luís. Vitor Ramil – Nascer leva tempo (identidade, autossuperação e criação de Estrela, estrela a Longes). Porto Alegre: Pubblicato Editora, 2017. 345p.
RAMIL, Vitor. Campos neutrais – Songbook. [cifras]

DISCOGRAFIA
Vitor Ramil

Exibições


Lançamento CD + DVD com show:
• Porto Alegre (RS), Teatro do Bourbon Country, 27 mar 2010, sab, 21h

• Pelotas (RS), Theatro Guarany, 19 jun 2010, sab, 21h (participação: Carlos Moscardini)

Exibições:
• Ciudad Autónoma de Buenos Aires (AR), Biblioteca Nacional de la Republica Argentina (Agüero 2.502 / 1º piso) Auditorio Jorge Luis Borges, 25 jun 2013, ter, 19h

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Dlb – Délibáb documental. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://www.cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/643/dlb-delibab-documental. Acesso em: 23 de maio de 2024.